Daily Calendar

Marcadores

Lijit Search

Lijit Search

terça-feira, fevereiro 09, 2010

Pássaro homem "BEIJA-FLOR"


Ternos olhos

Em tempos de "seca de amor"

Leito mágico, turbulento

Esfera longíqua


Belos olhos, camaleão

Carregados pelo tempo

Belo "pássaro-homem"

Preciosidade exposta


Teu pseudônimo (beija-flor)

Amplos vôos de solidão

Alivia-se em meu âmago

Alento de um refugiado utópico


Imagem dígna dos céus

"Pássaro-homem", voador

És um bocado de minúcias

Fidalgo da imensidão


És tu, beija-flor...

Palavras inaudíveis

Olhar mudo, radar

Cura, ou, morte repentina


Poesia oculta nas flores

Elo da imaginação

De suas idas e vindas

Quero juntar-me a ti.

2 comentários:

  1. convenhamos mulherada, o mundo seria muito desbotado se não tivéssemos entre nós tantos lindos e coloridos "BEIJA-FLORES".

    ResponderExcluir
  2. ...ola bdia, Valéria, vim cumprimentar, e ler alguns dos ultimos escritos.
    Tenho apssado por cá sem comentar...sim algumas/muita vezes.
    Gosto, gostei e gostarei. apareça sempre que tb é 'um encanto'

    ResponderExcluir

As palavras são mágicas,
Com elas, o pranto
Um sorriso de imensa alegria,
Ou mesmo a totaL DESAPROVAÇÃO