Daily Calendar

Marcadores

Lijit Search

Lijit Search

terça-feira, fevereiro 02, 2010

Maturidade






Sempre que o sol brilhar no horizonte

Novamente o sorriso bêbado de felicidade

A alegria dos meus olhos fará explodir em ti o desejo

E mais uma vez o prazer

Cale-se, pois não quero entender

Em teus pensamentos vago livremente

Tua boca pronuncia-me

Teu corpo me precisa

Teus anseios são por mim

Arranco-te o mal que condena e maltrata

Livro-te da maldição de teus dias solitários

Tiro-te da fadiga, encontrada noutros braços

Sou intermediária entre voçê e a liberdade

Não culpe-me pelas imposições sociais

Não podes trancar o coração

Dedique-me uma canção, faça-me feliz

Pertenço-lhe toda e a razão desapareceu na paz de teu olhar

Olhos que gritam pelo meu amor

Os afagos traduzem os pensamentos

Cale-se e o silêncio dirá o quanto me queres

Caia noutros braços e a saudade dirá o quanto me amas

O meu amor liberta-te e amadurece

Percebo-te assustado e arredio

A tua arrogância é motivo de graça

Não buscarei-te, pois pertenço-lhe toda

Sois dono do mar

Mergulhes o corpo ou não saberás o que possui

Salte os obstáculos e beba deste cálice

Permita-se conhecer as delícias de outra vida

Meus olhos conhecem toda a tua história

Meus lábios expressam teus pensamentos

Minha vida é tua própria vida

Aceite-me como parte de ti e saberás:

Amo-te, amo-te, amo-te!

2 comentários:

  1. Quando estamos apaixonados, tudo parece fazer parte de um conto de fadas, onde tudo é possível e a vida nos apresenta uma variedade maravilhosa de cores.

    ResponderExcluir
  2. Great post, excellent blog I love your writing style.

    how to ollie

    ResponderExcluir

As palavras são mágicas,
Com elas, o pranto
Um sorriso de imensa alegria,
Ou mesmo a totaL DESAPROVAÇÃO